Sunday, June 10, 2007

* Um dia a gente aprende mesmo *



Ultimamente tenho sentido muita vontade de voltar a escrever...
Creio que através das palavras a gente ultrapassa os limites internos e acaba alcançando vôos longos.
Venho aprendendo a me controlar e buscado crescer mais comigo. Tenho me conhecido dia após dia... boa experiência! risos...
A gente perde muito tempo tentando conhecer as outras pessoas e acabamos não valorizando a nós mesmos! Mas tudo faz parte da vida... e aos poucos a gente vai se encontrando e nos auto-descobrindo! É um mundo interior fantástico! Afinal, aqui, foram 27 anos de limites impostos pela mente. E hoje há toda uma história a ser estudada e analisada.
Mas quando se começa a historiar, logo se percebe que há muito ainda pela frente e que não vale a pena perder muito tempo com o passado. Só o suficiente para nos garantir um presente e futuro tranquilo. Nada mais.
E prosseguir é o caminho.
Abandonando as correntes que nos prendem... sejam elas aparentemente boas ou não, elas nos prendem demais.
Se analisarmos uma roseira, podemos extrair bons ensinamentos:
1º que embora ela dê lindas rosas, também apresenta espinhos...
2º que muitas vezes, embora ela esteja bela, se a podarmos, cortarmos inclusive alguns pequenos botões, ela se revigorará e dará rosas mais belas!
Na vida também não é diferente... Se nos considerarmos como uma roseira, veremos que embora o que prevalece em nós são os bons frutos e resultados, os espinhos também virão. Erraremos sempre... mas não devemos deixar que os erros prevaleçam sobre os bons frutos que damos.
Também muitas vezes nos prendemos a coisas e pessoas, que muitas vezes nos parecem boas, mas se a podarmos de nossas vidas, obteremos frutos e flores muito maiores e melhores. Nos prendemos muitas vezes com medo de perder aquela florzinha murcha que não há brilho algum e que só nos traz aborrecimento. Mas sofremos presos à ela, por termos medo de abandonarmos e ficarmos esquecidos. Porém, quando tomamos uma atitude que aparentemente seja radical, com o passar do tempo veremos os bons resultados da mudança. Obteremos sucesso em nossa decisão!
É importante que tenhamos a consciência do que é ou não bom para nós. Independente do que a aparência nos apresenta.
Como diz a palavra de Deus, não devemos ficar jogando pérolas aos porcos. Devemos aprender a semear... e cuidar de nosso solo.



Tô aprendendo a viver sem você
Composição: Rodrigo Netto

Venha pra perto de mim e veja como eu estou só
Senta, não olha pro chão
A culpa não foi de ninguem , não, não
Ahh, tô aprendendo a viver sem você
Sei que o dia raiou para mim Mas pra você tanto fez
Sei que não vou mudar sou assim
Para você sou mais um
Ahh, tô aprendendo a viver sem você
Ahh, tô aprendendo e não quero aprender
Tô voltando pro meu recanto
Lá é bem melhor
Não, não sei quem vai estar me esperando
Eu nunca vou estar só
Ahh, tô aprendendo a viver sem você
Ahh, tô aprendendo e não quero aprender
Ahh, tô aprendendo a viver sem você

1 comment:

Jeniffer said...

Tesouro escondido!

Como que eu desconhecia uma coisa dessas? LINDO! *-*
Você brinca com as palavras! Sabe, você escreve muito bem... não... quero dizer, você escreve muuito bem! Sério!
Deixa eu ler maaais! 8)

Beijos... hehe